domingo, 14 de novembro de 2010

Para toda a vida...

Mesmo que eu esconda tudo aquilo que senti
Não pergunte não responde,
Eu posso até mentir,
Sei que foi um grande amor, mais devo desistir
Te amando, para sempre, sem nunca compreender
Como um infinito amor foi se perder
Está escrito lá no céu
Qual de nós seria o réu,
Merecemos tanta dor,
Um castigo tão cruel
Vem de deus a punição
Ele um dia colocou
Um paraiso em nossas mãos
E logo nos tirou
Nada vai pode mudar
Não ha nada a decidir
Sem saída, sem mais chances, não há pra onde ir
Sei que foi um grande amor; mas devo desistir
Escondendo o que sinto,
Não quero mais criar um castelo de ilusões
Pro vento desmanchar

Autor : Sandy Leah

Um comentário:

  1. a inspiração sempre vem nos momentos tristes... bom poema, cris : )

    ResponderExcluir