quarta-feira, 7 de setembro de 2011

Quarta Pétala


Em um ato de impulsionar o meu pensar, sinto seu abraço envolvendo minhas costas . Como uma brisa leve no verão que refresca minha pele, seu sorriso abre horizontes que um dia já quis e continuo a querer explorar .
Talvez eu jamais sinta o poder que teus lábios exerçam sobre os meus, talvez eu nunca sinta o forte abraço teu, talvez seu brilho no olhar se volte para a 3º pessoa de um singular alheio a mim .
Pelos auxílios que alavancam minhas tristezas, a sua presença mesmo que longe a mim, se torna algo rotineiro e satisfatório . Pois fazes com a sabedoria de um monge, pois fazes com pretensão de nada receber em troca .
Não sei se isso é algo azul ou algo inconstante, a duvida paira sob minha mente, que insiste em querer achar respostas para questões sem alternativas .
Um dia irei de achar a resposta pra aquilo que queremos em dois, para que um dia eu possa enfim, viver no seu abraço quente de 4 estações .

Autor : Cristian Schröder

4 comentários:

  1. Muito lindo voce vai longe!!!

    ResponderExcluir
  2. Pq vc faz isso comigo?!! Vá ser bom assim lá (mentira)... aqui perto ! ;) AMEI (mais um)

    ResponderExcluir
  3. Muito obrigado meninas !! Espero que continuem lendo meus textos :)

    ResponderExcluir