quinta-feira, 4 de agosto de 2011

Nos Imagino ...


De metáforas em metáforas, rastejo por um chão querendo suas pegadas seguir. É tão bobo, eu sei. A forma que eu te chamo, sem jamais um dia ter te olhado no fundo dos seus negros olhos, propõem a antecipação de um sofrimento futuro, que jamais um dia poderá existir.
Seu sorriso, rompe a angústia que ronda meus dedos em procurar por você em dias de saudades. A forma com que recita letras que jamais poderão ser cantadas, encantam meus ouvidos que são tão sensíveis a sua harmonia.
Ah como eu quero cair em seus braços; como eu quero um dia poder abraçar e escrever em seu ombro direito, uma linha de resumo a uma vida de dois .
Quero sentir o mesmo frio e a mesma insegurança que senti quando te vi pela primeira vez . Um dia, quem sabe, chegará minha vez. Um dia talvez, alguém saiba que de longe, que já te amo, sem jamais ter te encontrado .

Autor: Cristian Schröder

5 comentários:

  1. Amei o texto Cris, muito interessante e bonito!
    Beijooos

    ResponderExcluir
  2. Nossa, muito bom viu!

    ResponderExcluir
  3. que blog perfeito. do jeito que gosto....

    ResponderExcluir
  4. AAAAAAAAAAAAAAAAAAAAMO SEUS TEXTOS. NEM PRECISO FALAR MAIS NADA. HÁ. TE AMO

    coloquei seu blogger como favoritos no meu '

    ResponderExcluir
  5. Que texto bonito, cara!
    Assim como outros que li por aqui.
    Gostei demais. Poético, romântico, gracioso.

    Belo!

    ResponderExcluir